PhoneIcon
: (+11) 5531-7100
Skype: scan-suisse
email: scan-suisse@scan-suisse.com.br
Documentos / Downloads - Scan-Suisse

Documentos / Downloads

ScSDownloImg

Condições Gerais Scan-Suisse:

filepdfbtn

 

CONDIÇÕES GERAIS DE VIAGEM – SCAN-SUISSE VIAGENS E TURISMO LTDA.

A aquisição de pacotes e programas de viagens adquiridas através da SCAN-SUISSE VIAGENS E TURISMO LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 56.781.917/0001-25, submetem-se às cláusulas e condições gerais descritas neste documento, que são válidos para todos os serviços turísticos contratados, de acordo com os preceitos do Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) e da Deliberação Normativa da EMBRATUR nº 161-1985.

I – TAXA DE RESERVA:
A SCAN-SUISSE efetua as reservas solicitadas, por escrito, diretamente ao nosso escritório ou através de nossos representantes, mediante o depósito prévio de 30% (trinta por cento) do valor total da viagem. Recebida a confirmação da reserva, se essa não estiver de acordo com a solicitação e o passageiro não aceitar outras opções, o depósito efetuado será devolvido integralmente em até 7 (sete) dias úteis.

II – PEDIDOS DE CANCELAMENTO:
Em caso de cancelamento/desistência da viagem pelo passageiro, tal manifestação deverá ser feita por escrito, e as multas informadas anteriormente ao pagamento serão aplicadas. Entende-se por cancelamento a desistência da viagem e/ou dos serviços contratados de forma unilateral pelo(s) contratante(s), bem como a alteração de datas pelo(s) contratante(s). As solicitações de cancelamento se sujeitam às penalidades previstas em lei ou neste instrumento e deverão ser aplicadas sobre o valor da contratação, independentemente do que houver sido pago pelo(s) contratante(s) em caso de parcelamento.

III – MULTAS DE CANCELAMENTO:
As multas de cancelamento podem sofrer variações conforme o produto, destino e fornecedores da SCAN-SUISSE, pelo que todos os valores e percentuais serão informados antes do pagamento, no momento da confirmação da reserva, constando, posteriormente, no contrato de prestação de serviços.

Parte aérea: As passagens aéreas em voos regulares têm tarifas especiais reduzidas, implicando em certas restrições (endossos, mudanças de rotas, cancelamento, não comparecimento etc.). Algumas tarifas, depois de compradas, implicam em perda total do valor da passagem. Em caso de reembolso serão aplicadas as penalidades previstas nas regras tarifárias respectivas. Nestes casos, o reembolso será feito após a devolução dos valores por parte da companhia aérea.

A operadora reserva-se o direito de cancelar as saídas das excursões no prazo de 45 (quarenta e cinco) dias antes da saída, devolvendo o valor pago ou oferecendo opções de novos produtos e novas datas.

IV – REGRAS GERAIS DE HOTELARIA:
A acomodação nos hotéis é baseada em 2 (duas) camas de solteiro ou cama de casal. Para a hospedagem de uma 3ª (terceira) pessoa no mesmo apartamento, a acomodação será em cama extra, articulada ou sofá-cama. Os apartamentos utilizados são do tipo “standard”, a não ser que o passageiro tenha escolhido e pago por categoria superior.

As diárias iniciam normalmente entre às 14h00 e 16h00 do dia da chegada, e vencem entre às 10h00 e 12h00 do dia da partida. A ocupação antes ou depois de tal horário acarretará cobrança extra para o passageiro. Não sendo possível a acomodação em hotel de classificação conforme o programa, o passageiro será reembolsado pela diferença do preço, desde que seja inferior ao escolhido. As demais circunstâncias, alheias à vontade da SCAN-SUISSE, como “overbooking” (sobrevenda) alegado pelo hotel, bem como quebra contratual, poderão ocorrer ocasionando a substituição dos hotéis mencionados para hotéis de mesma categoria, sem nenhum custo suplementar.

O regime de alimentação, caso haja, será de acordo com o adquirido na reserva (B – café da manhã; L – almoço; D – jantar; HB – meia pensão; e, FB – pensão completa).

V – ALTERAÇÕES E MUDANÇAS:
A SCAN-SUISSE somente examinará as solicitações e/ou mudanças que sejam formuladas por escrito pelos passageiros, respondendo-lhes com presteza sobre a possibilidade de executá-las e sobre os respectivos custos suplementares e/ou ajuste de preço em função de novo(s) programa(s) ou mudanças de data.

VI – COMPANHIAS TRANSPORTADORAS/REGRAS GERAIS:
Nos casos em que o bilhete aéreo tenha sido emitido pela SCAN-SUISSE, o Contrato de Transporte Aéreo, estabelecido entre passageiro e empresa aérea, será regido pelas regras da Convenção de Varsóvia e do Código Brasileiro da Aeronáutica.

Em caso de cancelamento, a devolução do valor pago será feita em moeda nacional, conforme as Condições Gerais de Transporte Aéreo e normas da ANAC, observando-se a política individual de cada companhia aérea.

Nos casos de atraso de voo, acidentes, perda ou extravio de bagagem, a responsabilidade será da Companhia Aérea Transportadora, de acordo com as regras das Convenções de Varsóvia/Montreal e do Código Brasileiro da Aeronáutica.

O passageiro deve apresentar-se no aeroporto até 3 (três) horas antes do horário previsto para o embarque, seja o voo para o território nacional ou internacional.

O passageiro deverá reconfirmar junto à Companhia Aérea Transportadora, com antecedência mínima de 72 (setenta e duas) horas, a saída do voo quando estiver destinado para fora do País.

Não haverá retardo de voo para aguardar passageiros retidos por Autoridades Aduaneiras e de Imigração. O passageiro que optar por viajar com valores acima dos limites indenizáveis, deverá fazer “declaração de bagagem” e contratar seguro específico.

A bagagem e demais itens pessoais do passageiro não são cobertos por este contrato, correndo por sua conta e risco. A SCAN-SUISSE não se responsabilizará por furto, roubo ou extravio, quando a bagagem estiver sob a guarda das transportadoras aéreas, terrestres e hidroviárias, bem como em hotéis, incluindo a manipulação em traslados, quando for o caso. Ocorrendo dano ou extravio de bagagem, o passageiro deve, de imediato, apresentar a reclamação a quem de direito.

Assentos: devido às novas regras de reserva de assentos em aeronaves, a antecedência na marcação de assentos nos voos poderá variar de acordo com o tipo de tarifa contratada. No caso de algumas tarifas, a marcação poderá ser feita somente no aeroporto, no momento do check-in. A responsabilidade pela solicitação de marcação antecipada de assentos será do contratante ou do contratante-contratada mediante ajuste prévio entre as partes.

Conexões: o tempo de conexão entre voos é o determinado pelas transportadoras aéreas e/ou autoridades aeroportuárias, de forma automática e sob sua exclusiva responsabilidade. Em caso de reservas efetuadas trecho a trecho ou conexões entre duas companhias diferentes, devem os contratantes observar o tempo mínimo entre os voos de 2 (duas) a 3 (três) horas, quando a conexão se der no mesmo aeroporto, e de 7 (sete) a 8 (oito) horas, quando a conexão se der em aeroportos diferentes dentro da mesma cidade.

Os traslados e passeios serão realizados em veículo de tamanho proporcional ao número de pessoas, permitindo um volume totalizando 20kgs (vinte quilos) por passageiro, além da bagagem de mão. O motorista permanecerá 40 (quarenta) minutos após a hora do pouso da aeronave para o traslado dos passageiros.

Em caso de problemas nos setores de Imigração e Fiscalização Aduaneira, na localização de bagagem ou por qualquer outro motivo, os passageiros não terão tal serviço realizado, bem como não haverá reembolso de valores. Qualquer serviço solicitado e reservado, uma vez não utilizado por culpa, erro ou próprio desejo do passageiro, não será reembolsado.

VIII – DOCUMENTAÇÃO DO PASSAGEIRO E SUA RESPONSABILIDADE:
É de total e exclusiva responsabilidade do passageiro providenciar todos os documentos necessários à sua viagem, tais como, passaporte válido, com um mínimo de 6 (seis) meses de validade, vistos consulares, vacinas e seguros para todos os países que os exijam. Assim, a impossibilidade de embarque gerada por falta de documentação caracterizará o cancelamento da viagem, sendo, pois, aplicadas as penalidades previstas neste contrato. A SCAN-SUISSE não se responsabiliza pela proibição de entrada dos passageiros feita pelos controles de Imigração nos países visitados, não cabendo qualquer tipo de reembolso nestes casos.

Para menores de 18 (dezoito) anos, em viagens internacionais, desacompanhadas de um ou de ambos os pais ou seus tutores, além dos documentos acima mencionados, será exigida uma autorização de viagem, de acordo com a Resolução nº 131/2011, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conforme o modelo constante no site: https://www.cnj.jus.br/wpcontent/uploads/2019/09/94d518c02171340a11a552009e7477f2.pdf.

IX – RECLAMAÇÕES/PROCEDIMENTOS:
Em casos de reclamações quanto à prestação de serviços, o viajante deverá encaminhá-las por escrito à agência até 30 (trinta) dias após o encerramento destes. A devolução, quando devida, deverá ocorrer, no máximo, no prazo de 60 (sessenta) dias, conforme dispõe o Artigo 26, inciso I, do Código de Defesa do Consumidor.

A SCAN-SUISSE devolverá ao passageiro o valor correspondente ao serviço não prestado e/ou defeituoso, após a verificação de que tal ocorrência não se deu por sua própria iniciativa. Para tanto, o passageiro deve fornecer a competente documentação comprobatória do serviço não prestado e/ou defeituoso à agência local indicada na ordem de serviço (VOUCHER) emitida pela SCAN-SUISSE.

A devolução, caso devida, será efetuada em moeda nacional, em valor equivalente à moeda estrangeira adotada para o cálculo do preço, ao câmbio do pagamento do pacote turístico efetuado pelo passageiro junto à SCAN-SUISSE. A devolução poderá ser substituída através de reparação alternativa, mediante consenso entre a agência operadora local e o passageiro ou entre a SCAN-SUISSE e o passageiro.

X – RESPONSABILIDADE DA CONTRATADA:
É de responsabilidade da SCAN-SUISSE o cumprimento dos serviços descritos nos VOUCHERS entregues aos passageiros dentro dos limites indicados por estas condições gerais, sendo ainda a SCAN-SUISSE responsável pelas informações divulgadas no programa de viagem.

Sempre que existirem razões que justifiquem a ocorrência de CASO FORTUITO, FORÇA MAIOR ou QUESTÕES DE ORDEM TÉCNICA DE SEGURANÇA, o Fornecedor dos serviços poderá alterar a ordem dos percursos, modificar horários de partida ou substituir quaisquer hotéis previstos por outros de categoria similar, sem que o passageiro tenha qualquer direito de indenização ou reembolso.
A Responsabilidade da SCAN-SUISSE se restringe ao planejamento, organização, execução ou intermediação da programação turística, nos termos deste regulamento, ficando isenta de toda e qualquer responsabilidade pela satisfação pessoal ou não do passageiro com a viagem, com eventuais atrasos dos voos, problemas com bagagens e imprevistos decorrentes de casos fortuitos ou força maior.

A SCAN-SUISSE atua como prestadora de serviços intermediadores entre seus clientes e prestadores de serviços nacionais e internacionais, declinando a sua responsabilidade por todo e qualquer problema, perdas ou danos, resultantes de casos fortuitos ou de força maior, tais como, mas não exclusivamente: i) greves, distúrbios, quarentenas e guerras; ii) fenômenos naturais: terremotos, furacões, enchentes e avalanches; iii) modificações, atrasos e/ou cancelamentos de trajetos aéreos devido a motivos técnicos, mecânicos e/ou meteorológicos, sobre os quais a SCAN-SUISSE não possui qualquer poder de previsão, controle ou possibilidade de intervenção.

Por motivos alheios ao controle da SCAN-SUISSE, especialmente em razão de caso fortuito ou força maior, reserva-se o direito de promover as alterações que se fizerem necessárias quanto a itinerários, hotéis, serviços etc., sem, contudo, causar prejuízo para o contratante. Caso necessário, a SCAN-SUISSE poderá também alterar a data de embarque, a fim de garantir o transporte aéreo, limitando essas alterações a 1 (um) dia a mais ou a menos da data original, informando o contratante sobre a alteração e dando-lhe a opção de aceitá-la ou cancelar sua reserva, com o respectivo reembolso.

XI – RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA:
Os seguros de bagagens oferecidos pelos cartões de assistência internacional somente cobrem indenizações pelo furto ou extravio quando elas estão em posse da Companhia Aérea Transportadora. Portanto, em caso de furto ou extravio de bagagens ocorridos no saguão do aeroporto ou em outros locais, não haverá cobertura para o sinistro. Para tanto, basta consultar as condições de contratação do seguro de viagens para verificar-se que tal cobertura é opcional.

Os hotéis internacionais geralmente não assumem responsabilidade por furtos de objetos pessoais dentro das suas dependências (exceto quando guardado dentro do cofre do hotel). Diante disso, recomendamos não levar roupas e acessórios de alto valor ou guardá-los nos cofres do hotel.

Recomendamos ainda nunca deixar as malas desacompanhadas, seja nos corredores dos hotéis, seja nos saguões de portos ou aeroportos.

XII – FORO:
As partes elegem o Foro da Comarca da Capital de São Paulo como o único e competente para dirimir as dúvidas e questões decorrentes deste contrato, renunciando desde já qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

Para os devidos fins de direito, o passageiro declara que leu e entendeu as cláusulas e condições constantes deste instrumento, concordando e aceitando os termos das presentes Condições Gerais de Viagem.

 

São Paulo, ___ de _____________ de _____.

______________________________________
SCAN-SUISSE VIAGENS E TURISMO LTDA.

______________________________________
PASSAGEIRO

 

******

Contrato Scan-Suisse:

filepdfbtn

Contrato de Prestação de Serviços

De um lado Scan-Suisse, inscrita no CNPJ/MF sob o nº56.781.917/0001-25, com sede na Av. Morumbi, 8509, 5º andar – Cj. 53, CEP 04703-004 – Brooklin Paulista – São Paulo – SP, denominada Contratada;

de outro lado …………………………….., portador da Cédula de Identidade RG nº ……………………… e inscrito no CPF/MF sob o nº ……………………….., residente e domiciliado ……………………………………………………….., denominado Contratante.

……………………………………………, inscrita no CNPJ/MF sob o nº ………………………….. com sede na ……………………………………, representada por …………………………………………….., que na qualidade de Agente de Viagens, desde já se compromete com a fiel divulgação e orientação detalhada sobre os destinos e serviços ora adquiridos, bem como pela anuência   às Condições Gerais e específicas dos mesmos, conforme determina a legislação competente.

 

1. Condições Específicas

O Contratante tem ciência de que a Contratada atua simplesmente como intermediária na contratação de serviços turísticos nacionais e internacionais, razão pela qual, nos limites de suas atribuições, atende aos princípios do Código de Defesa do Consumidor e das deliberações da Embratur.

 

2. Do Objeto

O Contratante contrata a Contratada, para estruturação e adequação de viagens de turismo, com datas, serviços e fornecedores conforme serviços descritos abaixo, ou no caso de GRUPOS, conforme descritos em documento denominado Confirmação de Serviços/Condições Específicas:

 

Respondendo por si, seus representados/acompanhantes conforme abaixo:

 

3. Do Preço

Pela aquisição dos serviços supramencionados a   Contratada recebe do Contratante o valor de …………………………………………………………., referente a quitação do valor contratado conforme recibo. A declaração é válida somente mediante apresentação de recibo.

 

Estando os preços dos serviços indexados em qualquer moeda que não seja o Real, todos os pagamentos ou eventuais reembolsos serão feitos considerando-se o câmbio para conversão de moeda na data do efetivo pagamento da contratação da viagem.

O Contratante tem ciência/concorda que para condição de parcelamento, o crédito somente será concedido mediante a aprovação de cadastro, bem como declara sua ciência/anuência com a cessão de créditos e/ou a transferência dos títulos por endosso, em decorrência do financiamento obtido para realização da viagem ora contratada, consoante a disposto no arts. 286, 287 e 290 da Lei 10.406/2002 (Código Civil Brasileiro).

A inadimplência de quaisquer parcelas de pagamento será objeto de processo usual de cobrança, e permitirá à Contratada cancelar os serviços confirmados antes ou após início da viagem, sem que disso lhe decorra   qualquer responsabilidade de ressarcimento ou reembolso dos serviços não utilizados.

O preço pago pela viagem inclui tão somente os serviços e taxas descritos no item nº 2, ficando sob exclusiva responsabilidade do Contratante quaisquer outros que ali não constem.

 

4. Disposições Gerais

Estando a Contratada responsável pela adequação de serviços e não pela execução dos mesmos, em caso de qualquer alteração proposta pelos respectivos fornecedores serão informadas ao Contratante em até 72 horas antes do embarque, conforme prevê legislação competente (D.N Embratur 161), podendo ser aceita ou não, cabendo reembolso conforme regra de cada Fornecedor.

O Contratante declara que conhece as Condições Gerais (Anexo) do presente programa de viagem para o que oferece sua total anuência, aderindo contratualmente e juntando-as ao presente documento, devidamente assinadas.

Para reembolsos de serviços, quando couberem, fica desde já sub-rogado à Contratada, os direitos do Contratante contra o Fornecedor do respectivo serviço.

O efetivo pagamento do reembolso num prazo de até 60 dias, dando o Contratante total quitação aos valores, seja pela Contratada,seja pelo Fornecedor.

Concorda desde já o Contratante que em casos de cancelamento, qualquer que seja o motivo e mesmo que justificado, a Contratada terá direito de reter 20% (Vinte porcento) do valor total, à título de taxa administrativa, além das multa/taxas cobradas pelos Fornecedores conforme as Condições Gerais (Anexo).

 

5. Do Foro

Para dirimir toda e qualquer dúvida proveniente da aplicação do presente contrato, fica eleito o Foro da Comarca de São Paulo e/ou no domícilo do Contratante renunciando a todos e quaisquer outros, por mais privilegiados que sejam.

As partes declaram que leram, entenderam, concordam e aceitam todos os itens constantes deste contrato, fazendo parte deste as condições específicas descritas nas Condições Gerais em anexo.

 

São Paulo, 13 de Julho de 2015

________________________
Contratada

________________________
Contratante

________________________
Agência de Viagens

 

******

 

******

Condições Gerais Scan-Suisse para compras coletivas:

filepdfbtn

 

SCAN-SUISSE:
CONDIÇÕES GERAIS DAS PROMOÇÕES DE VENDAS COLETIVAS CLICKON
GROUPON
PEIXE URBANO
HOTEL URBANO
ZARPO
PRIVÁLIA
Entre outros…

 

DA NATUREZA DAS PROMOÇÕES
As promoções dos sites de vendas coletivas visam um desconto bastante atrativo, para um número mínimo de clientes adquirindo estas promoções e com determinadas restrições e condições estabelecidades para que as mesmas tenham sua validade.
Todas as promoções estão dentro de promoções especiais das companhias aéreas e propriedades hoteleiras, onde as mesmas destinam um pequeno número de lugares dentro desta promoção.

 

DA DISPONIBILIDADE
Todas as promoções estão sujeitas à espaço e disponibilidade, não tendo pré-bloqueio tanto na parte aérea, como na parte terrestre ou marítima. Estando estritamente sujeita à disponibilidade e confirmação no ato da reserva.
Os hotéis e companhias aéreas destinam um reduzido numero de lugares à estas promoções denominadas “OPERADORA” para esta finalidade.
Em caso de não disponibilidade, nos reservamos ao direito de oferecer uma outra saída alternativa, tanto do aéreo, como do navio ou propriedade hoteleira, sem prejuízo ao cliente, ou caso o mesmo não tenha flexibilidade de datas poderemos ofercer o suplemento tarifário cabível para sua escolha e resolução final.

 

DA NATUREZA CAMBIAL DAS PROMOÇÕES
O Banco Central do Brasil não autoriza compra ou venda de pacotes turísticos em moeda estrangeira, de modo que as promoções são veiculadas com o preço em reais, calculado na data da criação e organização do mesmo, levando-se sempre em conta o câmbio do dia que esta promoção foi criada.
Deste modo o cliente é responsável pela atualização cambial no momento do pagamento das taxas, pela atualização cambial na data de quitação das referidas, independente do câmbio que esteja na data da criação do pacote.
A remessa de pagamentos ao exterior tem altos custos e o câmbi0o utilizado será sempre o câmbio turismo da própria operadora, levando-se em conta os custos para transmissão dos valores a serem pagos no exterior, cujo câmbio este visa a proteção financeira da empresa, bem como a referida transferência seguindo a regulamentação dos bancos utlizados e seus custos operacionais.
Os câmbios comercial, turismo, de exportação ou paralelo não são câmbios oficiais da operadora, e portanto não serão utlizados para comercialização ou transação dos pagamento de pacotes e taxas comercializados pela operadora.
O câmbio final da operação é informado em nossa confirmação formal, com os devidos detalhes de pagamento. Caso o cliente não concorde com estas condições deverá ser solicitado o cancelamento do cupom e o devidor estorno das importâncias paga, sem prejuízo.

 

DOS AEROPORTOS SERVIDOS EM CADA PROMOÇÃO

 

PROMOÇÃO PUNTA CANA
Os resorts da região de Punta Cana são servidos pelos aeroportos de Punta Cana ou Santo Domingo respectivamente.
Quando não houver disponibilidade de voo no aeroporto de Punta Cana (este pequeno e com pouca oferta de voos, sempre operando como aeronaves menores), será oferecida a alternativa do aeroporto de santo Domingo que tem um tempo de traslado maior em relação ao aeroporto de Punta Cana.
Não há como se garantir a disponibiliade no aeroporto de Punta Cana, pois a oferta de lugares para este aeroporto.
No caso das promoções que incluam traslados desde/para o aeroporto de Punta Cana ou Santo Domingo, o deslocamento se fará em transporte regular desde o aeroporto até o resort. Sem prejuízo aos clientes.

 

DOS REAJUSTES TARIFÁRIOS CAMBIAIS OU AUMENTO DE PREÇO
Caso haja por parte da companhia aérea, hoteleira ou marítima algum tipo de reajuste tarifário, iremos oferecer outra que o faça pelo mesmo valor acordado em rotas alternativas ou propriedades alternativas.
Caso não haja outra companhia que o faça pelo mesmo valor e daremos a alterntiva de reembolso total sem prejuízo ou o suplemento tarifário caso o cliente assim o deseje.

 

DAS CONDIÇÕES DE VIAGENS EM PROMOÇÕES ECONÔMICAS
****É CRUCIAL A LEITURA DESTE REGIMENTO PARA EVITAR DISSABORES E UMA EXPERIÊNCIA DE VIAGEM DESAGRADÁVEL***

– Neste momento você está recebendo seus vouchers hoteleiros e bilhetes aéreos eletrônicos, os quais deverão ser impressos e rigorosamente lidos e conferidos os nomes, datas de voos, dias de check in e check out, grafia dos nomes, e todas as informações pertinentes à sua viagem. É de sua total responsabilidade a conferência dos mesmos e exatidão de acordo com seus planos de viagem. Não serão aceitos quaisquer pedidos de correção à partir de 12 horas do recebimento dos mesmos. Portanto, se algo não está correto, peça imediata correção e ajuste daquilo que não foi confirmado.

– Não são permitidos cancelamentos, alterações ou pedidos de reembolso, sob qualquer espécie ou situação, após emissão dos bilhetes aéreos e vouchers hoteleiros, traslados, passeios e seguros viagem.

– Todos os serviços reservados e confirmados não podem ser alterados, modificados, ou haver qualquer espécie de troca de datas, companhias aéreas, ou voos internos modificados.

– A categoria dos hotéis reservados é turista (3 estrelas), hotéis estes certificados pelo organismo internacional OHG de hotelaria, que classifica mundialmente os hotéis. Portanto, o hotel reservado ou seu similar seguem rigorosamente a classificação mundial do OHG.

– Não são permitidas alterações dos hotéis no local, contando-se com qualquer reembolso aqui no Brasil, pois tal situação não será aprovada e o cliente terá perda total do valor pago na outra alternativa hoteleira.

– É de total responsabilidade do cliente estar com o passaporte válido por pelo menos 6 meses da data de regresso ao Brasil para todos os países do mundo, bem como vacinas e vistos que sejam necessários. A operadora não será responsável pelo não cumprimento das exigências legais de cada país que o passageiros não as cumpra. Não haverá reembolso ou alteração por conta desta falha do viajante. A operadora não é responsável por documentos de viagens, seguro saúde ou vistos.

– O seguro viagem deverá ser adquirido pelos clientes diretamente pelo sua seguradora ou pelo sites de empresas que vendem seguros. Não está incluído no pacote e deve ser adquirido diretamente pelo cliente, sob sua total responsabilidade.

– A operadora não providencia ou reserva traslados, passeios ou qualquer atividade pessoa que o cliente queira no local. Deverão contatar as empresas de passeios, traslados ou companhias de taxi no local e aceite pagar por estes serviços diretamente no local.
– É de total responsabilidade do cliente chegar aos aeroportos com pelo menos 2-3 horas de antecedência dos voos para formalidades de check in e imigração.

– Caso tenham contratado antecipadamente algum traslado e o mesmo não aparecer, o cliente deverá reconfirmar os traslados pelo menos um dia antes no telefone que aparece no voucher. Caso os mesmos não apareçam deverão imediatamente ligar para avisar e pegar o nome de quem atendeu, marcar no voucher e tomar um taxi (guardando o recibo) e apresentando no regresso ao Brasil para reembolso.

– Todos os passeios saem de um local específico de saída, indicado no voucher. Os clientes deverão comparecer neste local e trocar os vouchers pelo ingresso do passeio. Os passeios não iniciam nos hotéis.

– Taxas extras de turismo do país ou taxas não inclusas são de responsabilidade do cliente, bem como despesas extras no hotel com telefonemas, alimentação, bebidas e lavanderia.

– Internet é paga em todos os hotéis, poucos oferecem tal serviço gratuitamente.

– Os apartamentos nos hotéis categoria turista são pequenos e o café da manhã sempre continental (simples).

– Os serviços nos hotéis categoria turista são básicos, restritos e limitados. Portanto não esperem luxo ou atendimento de luxo nestes estabelecimentos. O serviço consiste em um quarto, com banheiro. Nada mais. E um café da manhã simples.

– Na Europa o trânsito é bastante intenso, portanto tenha sempre um intervalo de 5-4 horas para deslocamentos e embarque no voo. Bem como durante os passeios, pegue-os sempre pelo menos 9 da manhã para aproveitar o dia.

– Todos os hotéis exigem um cartão de crédito para garantir despesas extras que os hóspedes possam ter no local, de modo que sempre pedem uma pré-autorização de pelo menos 500 euros nos cartões, para garantir que os clientes não saiam sem pagar a conta. O mesmo ocorre com as locadoras no valor de 1200 euros pelo menos.

– Deverão sempre ter um cartão com um limite de pelo menos 1500 euros livres para este tipo de autorização.

– Não ande com documentos originais, sempre cópias. Mantenha tudo no cofre, só ande com pouco dinheiro e mantenha as malas trancadas com cadeado.

– Caso seja vítima de assalto ou furto registre na delegacia de polícia imediatamente.

– Caso perca passaporte, registre na embaixada do Brasil e departamento de polícia.

– Toda atenção é pouca para os pertences pessoais.

– Sempre deixe pelo menos 200 euros guardados numa carteira nos dias de aeroportos para eventuais excessos de bagagem ou despesas imprevisíveis.

– Lembre-se que a franquia de bagagem para Europa com Air France KLM e Turkish é de duas malas de 32 kg, mas não recomendamos levar tudo isso pois não caberá no quarto. Recomendamos uma mala por pessoa. Para o caribe somente 20 kg. Para Àsia, duas malas de 32 kg.

– Não aceitamos trocas de hotéis ou serviços, contando com reembolso no Brasil, por qualquer motivo, pois tal reembolso não ocorrerá.