PhoneIcon
: (+11) 5531-7100

Skype: scan-suisse
Atendimento: Segunda a sexta 08:30h-18:00h,
Sábados 09:00h-12:00h
Contate-nos também pelo email:
scan-suisse@scan-suisse.com.br
OU PELOS TELEFONES:
(+11) 987557369, 987107949
PhoneIcon

Rússia

wRusMoskNightPerfRÚSSIA

A Rússia, também conhecida oficialmente como Federação Russa, é um país do norte da Eurásia. Compartilha fronteiras com Noruega, Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia e Polônia (ambas através de Kaliningrado), Belarus, Ucrânia, Geórgia, Azerbaijão, Cazaquistão, China, Mongólia e Coréia do Norte. Também tem fronteiras marítimas com o Japão (pelo Mar de Okhotsk) e Estados Unidos (pelo Estreito de Bering). É de longe o maior país do mundo, cobrindo mais de um nono da área terrestre do planeta. Também é o nono país mais populoso do mundo. Estende-se por toda a Ásia do norte e 40% da Europa, abrangendo 11 fusos horários e incorporando uma grande variedade de ambientes e geografia. A Rússia tem as maiores reservas do mundo de recursos minerais e energéticos, e é considerada uma superpotência energética. Tem reservas maiores do mundo de floresta e seus lagos contêm aproximadamente um quarto de água doce do mundo.

A Rússia estabeleceu poder e influência em todo o mundo desde os tempos do Império Russo para ser o maior e principal constituinte da União Soviética, o primeiro estado constitucionalmente socialista do mundo e reconhecida superpotência. É membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, membro do G8, G20, Conselho da Europa, Asia-Pacific Economic Cooperation, Organização de Cooperação de Xangai e da Comunidade Econômica da Eurásia, e é o principal membro da Comunidade de Estados Independentes. O povo russo tem uma longa tradição de excelência em todos os aspectos das artes e das ciências, bem como forte tradição em tecnologia, incluindo importantes realizações como o primeiro vôo espacial humano.

Governo:

Segundo a Constituição aprovada por referendo nacional em 1993, a Rússia é uma federação e formalmente uma república semi-presidencial, onde o presidente é o chefe de estado e do primeiro-pinistro é o chefe de governo. A Federação Russa é fundamentalmente estruturado como uma democracia representativa. O poder executivo é exercido pelo governo.

Sociedade:

A Federação Russa é uma diversificada, multi-étnica sociedade que abriga tantos quanto 160 diferentes grupos étnicos e povos indígenas. Embora a população seja relativamente grande, a densidade é baixa por causa do tamanho enorme do país. A população é mais densa na Rússia européia, perto dos Montes Urais, e no sudoeste da Sibéria. 73% da população vive em áreas urbanas, e 27% em áreas rurais. O número de emigrantes russos diminuiu 16%, dos quais 66% foram para outros países da CEI. Há também uma estimativa de 10 milhões de imigrantes ilegais do ex-estado soviético na Rússia. Cerca de 116 milhões de russos étnicos vivem na Rússia e cerca de mais 20 milhões vivem em outras ex-repúblicas da União Soviética, principalmente na Ucrânia e Cazaquistão.

A Federação Russa é reconhecida pelo direito internacional como estado sucessor da antiga União Soviética. Continua a cumprir os compromissos internacionais da União Soviética e assumiu a cadeira permanente da URSS no Conselho de Segurança da ONU, filiação em outras organizações internacionais, os direitos e obrigações decorrentes de tratados internacionais e os bens e dívidas.

Idioma:

160 grupos étnicos da Rússia falam cerca de 100 línguas. Segundo o censo de 2002, 142,6 milhões de pessoas falam russo, seguido de tártaro com 5,3 milhões e ucraniano com 1,8 milhões. O russo é a única língua oficial do estado, mas a Constituição dá as repúblicas o direito de fazer a sua língua nativa co oficial ao lado do russo. Apesar de sua grande dispersão, o idioma russo é homogêneo em toda o país. Russo é a língua mais espalhada geográfica da Eurásia e a língua eslava mais falada. O russo pertence à família linguística indo-européia e é um dos membros vivos das línguas eslavas orientais, sendo os outros dois o bielo-russo e oucraniano (e possivelmente o Rusyn). Mais de um quarto da produção científica do mundo é publicada em russo. Russo também é aplicado como um meio de codificação e armazenamento do conhecimento universal – 60-70% de todas as informações do mundo são publicadas nos idiomas inglês e russo. É uma das seis línguas oficiais das Nações Unidas.

Cultura:

A cultura étnica está preservada em vários museus e etno-parques, reproduzida na culinária, arquitetura, cinema e artes, e desenvolvida por bandas folk, conjuntos de dança e corais.

A literatura russa é considerada entre as mais influentes e desenvolvidas do mundo, contribuindo com muitas das mais famosas obras literárias. No início do século 19 surgiram alguns dos maiores escritores de todos os tempos. Este período, e a Idade de Ouro da Poesia russa, começou com Alexander Pushkin, considerado o fundador da moderna literatura russa e muitas vezes descrito como o ‘Shakespeare russo’, e continuou com a poesia de grandes nomes como Mikhail Lermontov, Anton Chekhov, e a prosa de Nikolai Gogol, Ivan Turgueniev, Leo Tolstoy, Fiódor Dostoiévski. Tolstói e Dostoiévski em particular eram figuras titânicas a tal ponto que muitos críticos literários têm descrito um ou outro como maior escritor de todos os tempos.

A música de Tchaikovsky, um dos maiores compositores do período romântico, tornou-se conhecida e amada por seu caráter distintamente russo, bem como suas ricas harmonias e agitadas melodias, e foi trazida para o século 20 por Sergei Rachmaninoff, um dos últimos grandes expoentes do estilo romântico da música clássica européia. Compositores de renome mundial do século 20 incluem Scriabin, Stravinsky, Rachmaninoff, Prokofiev, Shostakovich e Sviridov. Durante a maior parte da era soviética a música era altamente controladas e mantida numa expressão conservadora e acessível em conformidade com a política do realismo socialista.

Moscou e St Petersburg têm museus de renome mundial como a Galeria Tretyakov e o Museu Hermitage, teatros famosos como o Bolshoi e Mariinsky, igrejas ornamentadas como a Catedral de St Basil, a Catedral do Cristo Salvador, Catedral de St Isaac e a Igreja do Salvador Ensanguentado, fortificações impressionante como o Kremlin de Moscou e a Fortaleza de Pedro e Paulo, belas praças como a Praça Vermelha e Praça do Palácio, e ruas como Tverskaya e Nevsky Prospect.

A arquitetura russa começou com os edifícios artesanais de madeira dos eslavos antigos. Por muito tempo foi influenciada predominantemente pela arquitetura bizantina, até a queda de Constantinopla. Fora as fortificações (kremlins), as principais construções de pedra da antiga Rússia foram as igrejas ortodoxas, com suas muitas cúpulas geralmente douradas ou pintadas em cores vivas. O século 16 viu o desenvolvimento das singulares igrejas em formato de tenda, culminando com a Catedral de St Basil.

Geografia:

Os dois pontos mais separados na Rússia estão cerca de 8000 km distantes entre si numa linha geodésica, e os pontos mais separados em longitude estão 6600 km distantes entre si numa linha geodésica.

Com acesso a três dos oceanos do mundo – Atlântico, Árctico e Pacífico – frotas russas de pesca são um dos principais contribuintes para o fornecimento de peixes do mundo. O Mar Cáspio é a fonte do que é considerado um dos melhores caviar do mundo. A maior parte da Rússia consiste em grandes extensões de planícies, que são predominantemente de estepe para o sul e densamente florestadas ao norte, com tundra ao longo da costa norte. A Rússia possui 10% das terras aráveis do mundo. Cordilheiras são encontrados ao longo das fronteiras do sul, como o Cáucaso (que tem o Monte Elbrus, com 5642 m, o ponto mais alto da Rússia e da Europa) e o Altai, e na parte oriental, a Cordilheira de Verkhoyansk ou os vulcões em Kamchatka. Os Montes Urais, ricos em recursos minerais, formam uma cordilheira norte-sul que divide a Europa da Ásia.

A Rússia tem milhares de rios e volumes de água doce, fornecendo uma das maiores fontes de água de superfície do mundo. O maior e mais importante volume de água doce da Rússia é o Lago Baikal, o mais profundo, mais puro, mais antigo e de maior capacidade lago de água doce do mundo, que sozinho contém mais de um quinto da água doce de superfície do mundo. Outros grandes lagos são o Lago Ladoga e o lago Onega, dois dos maiores da Europa. A Rússia está em segundo somente atrás do Brasil em volume total de recursos hídricos renováveis. O Volga é o mais famoso rio do país, não só porque é o mais longo rio da Europa, mas também por causa de seu importante papel na história russa.

O clima é formado sob influência de vários fatores determinantes. O enorme tamanho do país e a localização remota de muitas áreas em relação ao mar resultam na predominância do clima úmido continental e sub-ártico. Por uma grande parte do território existem apenas duas estações distintas – inverno e verão. A primavera e o outono são geralmente breves períodos de variação entre as temperaturas extremamente baixas e altas. O mês mais frio é janeiro (fevereiro, às margens do mar), o mais quente geralmente é julho. Grandes variações de temperatura são típicas. No inverno as temperaturas ficam mais frias tanto de norte a sul como de leste a oeste. Os verões podem ser bastante quentes e úmidos, mesmo na Sibéria.

Meio ambiente:

A área total de terra cultivada na Rússia é a quarta maior do mundo. Ao contrário de muitos outros países, a Rússia tem grandes reservas de terras aráveis não utilizadas, em parte devido à queda na produção agrícola durante a crise da economia de 1990, quando a área plantada de grãos diminuiu em 25%. Isto foi acompanhado por um acentuado declínio dos estoques de gado.

A Rússia foi o primeiro país a desenvolver reator nuclear civil e a introduzir a primeira usina nuclear. Atualmente a Rússia é o maior produtor de energia nuclear. A Corporação de Energia Nuclear Rosatom controla todas as centrais nucleares na Rússia. A energia nuclear tem se desenvolvido rapidamente com o objectivo de aumentar a cota total de energia nuclear dos actuais 16,9% para 23% até 2020. A Rússia continua entre os líderes mundiais em tecnologia nuclear e é membro do projeto internacional de reactor de fusão ITER.

Culinária:

A cozinha russa utiliza amplamente peixes, aves, cogumelos, frutos silvestres e mel. As culturas de centeio, trigo, cevada e milho fornecem os ingredientes para uma grande variedade de pães, panquecas, cereais, kvass, cerveja e vodka. Pão preto é relativamente mais popular na Rússia se comparado com o resto do mundo. Aromáticas sopas e ensopados incluem shchi, borsch, ukha, solyanka e okroshka. Smetana (um forte creme azedo) é freqüentemente adicionada a sopas e saladas. Pirozhki, blini e syrniki são tipos nativos de panquecas. Costeletas (como Frango Kiev), pelmeni e shashlyk são populares pratos de carne, os dois últimos de origem Tatar e do Cáucaso, respectivamente. Saladas populares incluem salada russa, vinagrete e arenque em molho.